VIA UNO

 

 

Funcionários, prefeitos, vereadores, representantes da empresa, do governo do estado e o deputado Joseildo Ramos (PT) sentaram mais uma vez para discutir a situação da Via Uno, fábrica de calçados femininos com unidades em Serrinha, Conceição do Coité e Valente. Em reunião na quinta-feira (22) na Secretaria Estadual de Indústria, Comércio e Mineração (SICM), os diretores da Via Uno apresentaram um Plano de Recuperação para tentar reerguer a empresa que enfrenta sérias dificuldades financeiras e tem produtos vendidos em mais de 100 países.

Com as atividades paradas desde julho, por conta de atraso de salários de 1.900 trabalhadores, a Via Uno deve receber emergencialmente mais R$ 2,5 milhões do governo estadual provenientes de créditos fiscais. Essa será a terceira parcela do montante que a empresa tem direito por conta de incentivos fiscais concedidos ainda durante o governo Paulo Souto. O recurso vai amenizar a situação da empresa e garantir a retomada das atividades, mas não irá resolver definitivamente a crise.

Preocupado com o impacto que o fechamento da Via Uno pode causar numa região que foi atingida no último ano por uma longa estiagem, Joseildo tem tratado o tema com o governo. “O estado tem feito sua parte e está sensível aos problemas sociais e econômicos que isso pode trazer. Nossa luta é manter os empregos e garantir o sustento de milhares de famílias”, destacou.

Fonte: bahiajá

voltar para REGIÃO

left show tsN fwB|tsN fwR fsN sbse center|c15 show center fwR|b01 bsd c10||image-wrap|login news fwB tsN fwR tsY b01 c05 bsd|normalcase fsN fwR c10|b01 c05 bsd|login news c05|tsN normalcase fwR c05|b01 normalcase c05 bsd|content-inner||